domingo, 18 de março de 2012

DIÁRIO DE STA. FAUSTINA Nº 342 E 343

O sofrimento é o maior tesouro na terra - purifica a alma. No sofrimento conhecemos quem é nosso verdadeiro amigo. O verdadeiro amor é medido com o termômetro dos sofrimentos.

Jesus,agradeço-Vos pelas pequenas cruzinhas diárias,pelas contrariedades nos meus planos,pelas dificuldades na vida em comum,pela má interpretação das minhas intenções,pela humilhação que sofro dos outros,pelo procedimento rude comigo,pelos julgamentos injustos,pela saúde fraca, e esgotamento físico,pela abnegação da vontade própria,pelo aniquilamento do próprio eu,pela incompreenção em tudo,pelo transtorno de todos os meus planos.
Agradeço-Vos,Jesus,pelos sofrimentos anteriores,pela aridez do espírito,pelos temores,medos e incertezas,pelas trevas,e espessa cerração interior,pelas tentações e diversas provações,pelos tormentos que são difíceis de exprimir e, especialmente,por aqueles em que ninguém nos compreenderá,pela hora da morte,pela dificuldade da luta nela,por toda a sua amargura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário